Entenda como a vacina da gripe protege o coração

22/04/2022 Saúde | Vacinas Saúde Livre Vacinas
[read_meter]

Você sabia que a vacina da gripe protege o coração e tem ação na prevenção de infartos?

É importante que todos estejam imunizados quando o inverno iniciar. Mas a vacina da gripe protege o coração, tendo especial importância para quem já sofre com problemas cardíacos.

Além dos problemas respiratórios, o vírus da influenza pode causar outros danos à saúde, sendo um dos principais fatores de risco para complicações em adultos maiores de 60 anos que já sofrem com cardiopatias. 

Vacina da gripe protege o coração

Poucos sabem, mas a vacina contra a gripe tem grande importância para pacientes com problemas cardíacos, trazendo benefícios e proteção secundária em relação às doenças do coração.

O vírus influenza tem capacidade de acometer o coração de forma direta, descompensando doenças cardíacas como a doença arterial coronariana e a insuficiência cardíaca congestiva. 

O vírus da influenza pode afetar o coração de duas formas, invadindo diretamente o músculo cardíaco, provocando a miocardite. Isso faz com que possa ocorrer a falência no bombeamento do coração, com consequente insuficiência cardíaca.

O vírus da gripe também pode causar uma inflamação no coração, nas camadas internas das artérias em pacientes que já possuem um risco aumentado para doenças cardiovasculares, com lesões e placas de gorduras nas artérias. Isso provoca uma instabilidade nessas placas que corre o risco de rompimento, elevando, assim, o risco de um infarto agudo do miocárdio.

Benefício da vacina da gripe para o coração

Segundo artigo publicado pela Associação Médica Brasileira (AMB), estudos clínicos mostram que muitos infartos agudos são precedidos por uma infecção do trato respiratório superior, como em 1998, um estudo caso-controle da General Practice Research Database (GPRD) encontrou uma associação significativa entre infecção respiratória recente, mais precisamente em torno de 10 dias, precedendo o infarto agudo do miocárdio

Por outro lado, diversos estudos têm sugerido que a vacinação contra influenza pode estar associada a uma redução no risco de acometimento cardíaco. 

A vacinação tem se mostrado efetiva na redução do número de hospitalizações e mortalidade em pacientes que são dos grupos de risco para doenças cardíacas.

O vírus da influenza causa epidemias mundiais, como recentemente ocorreu com o H3N2 Darwin, que num momento de flexibilização das normas de biossegurança, acometeu grande parte da população que não estava vacinada,  sendo responsável por um grande número de mortes e internações hospitalares ao redor do mundo. 

Pacientes com condições médicas de base como cardiopatias estão mais sujeitos a sofrerem com a infecção. Diversos estudos mostraram a relação com o pico da epidemia e o aumento da morbidade e da mortalidade relacionada a eventos cardiovasculares. 

Vacinação contra a gripe

  • Nos serviços privados de vacinação, as vacinas trivalente e quadrivalente estão disponíveis para pessoas a partir de 6 meses, sem restrições de idade.
  • A vacina é quadrivalente, contendo 4 cepas diferentes, sendo uma cepa A/H1N1, uma cepa A/H3N2 e duas cepas B linhagem Victoria/Yamagata. 
  • A vacina é inativada. Isso quer dizer que ela não contém o vírus vivo, por isso não a existe possibilidade de a vacina da gripe causar gripe.

Atenção aos sintomas de infarto

Infarto em homens

Em homens a dor do infarto geralmente é percebida como uma pressão no peito. “Não é possível localizar com um dedo. A dor pode ser acompanhada de suor sem estar sentindo calor – o suor frio -, dor nos braços, dor na boca do estômago e até na mandíbula. Tonturas e desmaios durante a dor podem acontecer.

Infarto em mulheres

Os sintomas de infarto em mulheres variam mais. As dores podem ser descritas como queimação e pontadas na região do peito.

É importante lembrar que, quando se trata de doenças do coração, a falta de informação pode ser fatal. Faça acompanhamento médico sempre, e vacine-se!

Veja, também, o nosso conteúdo sobre a campanha de gripe 2022 .

Posts relacionados

Se a vacina BCG não deixou marca no braço é preciso reaplicar?

A pequena cicatriz é comum e já esperada pelos pais quando o bebê recebe um dos seus primeiros imunizantes. Mas e se a vacina […]

[read_meter]
Saúde Livre Vacinas, 06 de junho de 2024

A importância da vacina de HPV para homens: estudo mostra queda nos casos de câncer

Enquanto a literatura médica tem documentado a redução significativa nos casos de câncer em mulheres imunizadas contra o papilomavirus humano, as pesquisas sobre os […]

[read_meter]
Saúde Livre Vacinas, 29 de maio de 2024

É ‘só’ uma gripe? Conheça os verdadeiros riscos da influenza

A influenza atinge cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo todos os anos, com 5 milhões de casos graves e até 650 mil […]

[read_meter]
Saúde Livre Vacinas, 23 de maio de 2024