Quem precisa tomar a vacina contra o HPV

25/11/2021 Saúde | Vacinas Saúde Livre Vacinas
[read_meter]

Se você já ouviu falar sobre a vacina do HPV, há grandes chances de você ter ficado com algumas dúvidas a respeito, e se você desconhecia essa vacina, agora é a hora de entender tudo sobre ela e tirar todas as dúvidas sobre quem precisa tomar a vacina contra o HPV, e já aviso que essa leitura, serve para homens e mulheres. 

Middle aged parents sitting at home with their teen and young adult kids, smiling to camera

A abreviação significa Vírus do Papiloma Humano, é um vírus que infecta pele ou mucosas (oral, genital ou anal), tanto de homens quanto de mulheres, provocando verrugas anogenitais (região genital e no ânus) e câncer, a depender do tipo de vírus. A infecção pelo HPV é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST), e o HPV possui mais de 200 tipos. 

A vacina contra o HPV quadrivalente previne contra infecções persistentes e lesões pré-cancerosas causadas pelos tipos de HPV 6,11,16,18. Também previne o câncer de colo do útero, da vulva, da vagina, do ânus e verrugas genitais (condiloma).

A vacina contra o HPV pode ser feita a partir dos 9 anos de idade, e quanto antes melhor!! 

Não é incomum encontrarmos pessoas que ainda possuem um certo preconceito a respeito da vacina contra o HPV. Há quem se questione a verdadeira necessidade de vacinar crianças contra uma doença que é sexualmente transmissível, haja visto que nessa idade, provavelmente ela ainda não tenha uma vida sexual ativa. E é justamente esse o ponto chave para fazermos a vacina o quanto antes, pois o fato de ainda não ter havido um contato com o vírus e por ter uma melhor resposta do sistema imunológico que a vacina é recomendada a partir dessa idade. 

A vacina contra o HPV é inativada, o que significa que ela não tem como causar a doença, sendo extremamente segura e eficaz. 

Você pode se vacinar pelo SUS, mas atenção às recomendações da faixa etária. 

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) disponibiliza a vacina para:

  • Meninas de 9 a 14 anos de idade, ou 15 anos caso já tenha realizado a primeira dose da vacina; 
  • Meninos de 11 a 14 anos;

Indivíduos de 9 a 26 anos de ambos os sexos nas seguintes condições: 

  • convivendo com HIV/Aids; 
  • pacientes oncológicos em quimioterapia e/ou radioterapia; 
  • transplantados de órgãos sólidos ou de medula óssea.

NAS CLÍNICAS PARTICULARES ESSA COBERTURA É MAIOR 

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) recomendam: 

  • Meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade. 
  • Meninos e jovens de 9 a 26 anos

Lembrando que a vacinação deve ser realizada o mais precocemente possível. 

É importante lembrar que homens e mulheres em idades fora da faixa de licenciamento também podem ser beneficiados com a vacinação, de acordo com critério médico.

ATENÇÃO AS POSSÍVEIS CONTRAINDICAÇÕES À VACINAÇÃO CONTRA O HPV.  

A vacina é contraindicada para gestantes e pessoas que apresentaram anafilaxia após receber uma dose da vacina ou algum de seus componentes. 

A vacinação só estará completa se você fizer o esquema de doses recomendado. 

  • Para meninas e meninos de 9 a 14 anos, 11 meses e 29 dias são indicadas duas doses, com intervalo de seis meses entre elas (0 – 6 meses).
  • A partir dos 15 anos, são três doses: a segunda, um a dois meses após a primeira, e a terceira, seis meses após a primeira dose (0 – 1 a 2 – 6 meses).

Quem já teve ou trata HPV também deve vacinar 

A vacina pode ser tomada mesmo por pessoas que fazem tratamento ou já tiveram infecção pelo HPV, pois ela pode proteger contra outros tipos de vírus HPV, e prevenir a formação de novas verrugas genitais e risco de câncer.

Não deixe de vacinar contra o HPV, a vacina é segura e traz muitos benefícios se tomada precocemente, apesar de muitos tabus envolverem a vacina, estudos foram realizados e foi comprovado sua eficácia e segurança. Procure uma clínica próxima de você e faça a vacina contra o HPV, a prevenção sempre será a melhor escolha. Você e sua família merecem esse cuidado. 

Posts relacionados

Vacinas para viagem: saiba quais destinos exigem e quais documentos levar

Assim como decidir o destino, adquirir as passagens e coordenar as datas, o cuidado com a saúde deve ser planejado com antecedência para evitar surpresas e garantir um passeio tranquilo. As vacinas para viagem, por exemplo, precisam ser tomadas pelo menos 15 dias antes para que tenham tempo de desenvolver a proteção.

[read_meter]
Saúde Livre Vacinas, 19 de junho de 2024

Se a vacina BCG não deixou marca no braço é preciso reaplicar?

A pequena cicatriz é comum e já esperada pelos pais quando o bebê recebe um dos seus primeiros imunizantes. Mas e se a vacina […]

[read_meter]
Saúde Livre Vacinas, 06 de junho de 2024

A importância da vacina de HPV para homens: estudo mostra queda nos casos de câncer

Enquanto a literatura médica tem documentado a redução significativa nos casos de câncer em mulheres imunizadas contra o papilomavirus humano, as pesquisas sobre os […]

[read_meter]
Saúde Livre Vacinas, 29 de maio de 2024